Verrugas: entenda como elas podem surgir na pele

Pele // 17/11/2017

Pouca gente sabe, mas as verrugas são caroços, de variados tamanhos, causados por vírus. São caracterizadas tumores benignos e, na maior parte das vezes, não trazem grandes riscos à saúde. Para que você desvende todas as suas dúvidas sobre o assunto, preparamos um mini guia com as principais informações relacionadas ao tema. Acompanhe nosso conteúdo de hoje e fique por dentro!

Tire suas dúvidas sobre as verrugas

As verrugas surgem através do contágio da pele com o vírus HPV. Instalando-se na epiderme, o vírus faz com que as células cresçam desordenadamente, lançando-as para a parte superficial da pele, dando origem às verrugas.

Quais os principais tipos de verrugas?

As verrugas nunca são iguais umas às outras. Tratam-se de pequenos crescimentos de pele, geralmente semelhantes à pequenos balõezinhos pendurados. Podem ser observadas em várias regiões do corpo, como braços, cotovelos, axilas, pescoço, rosto e dedos.

O problema vai além de uma questão de saúde: muitas pessoas incomodam-se com a aparência estética das verrugas e, por isso, recorrem aos tratamentos que podem se tornar grandes aliados. Aliás, um atendimento especializado – de preferência em boas clínicas de estética, com dermatologistas capacitados – faz toda a diferença no tratamento.

Para você saber, existem basicamente 5 tipos de verrugas. Conheça um pouco mais sobre cada uma delas:

  • Anogenital – As verrugas anogenitais são o tipo que mais merece atenção, tanto dos homens quanto das mulheres. Presente na região genital, num aspecto que assemelha-se bastante com uma couve-flor, as verrugas anogenitais são ocasionados pelo vírus HPV, além de serem sexualmente transmissíveis.
  • Plantar – Popularmente conhecida como “olho de peixe”, a verruga plantar surge na sola dos pés e, muitas vezes, é confundida com calosidades. Em formato redondo, apresenta algumas manchinhas pretas.
  • Vulgar – As verrugas vulgares são as mais populares. Podem surgir nos dedos, couro cabeludo, cotovelos, pés, joelhos e unhas. Quase sempre estão relacionadas à ferimentos ou cortes de pequenas proporções.
  • Filiforme – Este tipo de verruga, fina e alongada, surge com frequência em locais do corpo bastante visíveis, como o rosto, olhos e pescoço.Por esse motivo, é uma das grandes responsáveis pela busca por procedimentos como cirurgias plásticas.
  • Plana – Com um aspecto liso e macio, as verrugas do tipo plana também são bem comuns na pele do rosto. Atingem o tamanho máximo de 5mm e geralmente apresentam tons acastanhados ou amarelados.

Como prevenir o surgimento das verrugas?

As verrugas são contagiosas. Por isso, é necessário adotar algumas práticas que evitem a contaminação. Além disso, é possível apostar nas dicas a seguir prevenir o seu surgimento:

  1. Evite compartilhar objetos de uso pessoal, como toalhas, sapatos e meias.
  2. Jamais toque com as mãos as verrugas de outras pessoas.
  3. Verrugas não devem ser queimadas ou cortadas, já que isso pode acarretar na disseminação do vírus HPV para outras regiões do corpo.
  4. A região na qual está localizada a verruga também não deve ser lesionada, também sob risco de inflamação da pele e propagação do vírus.

Quais os melhores tratamentos?

Ao notar o surgimento de verrugas, independentemente da parte do corpo, o primeiro passo é buscar auxílio médico. Apesar de muitas destas verrugas desaparecem com o passar do tempo, agendar uma consulta com um bom dermatologista lhe permitirá analisar os riscos, além da necessidade – ou não – de apostar em um tratamento específico.

Dependendo do tipo de verruga, um tratamento é indicado. A verruga plantar, por ser isenta de riscos à saúde, exige tratamento apenas para a amenização do incômodo e da dor, uma vez que é localizada na sola dos pés. Procedimentos a laser, peelings químicos, eletrocirurgia ou crioterapia são as principais indicações.

As verrugas anogenitais merecem atenção especial, já que se não forem tratadas corretamente podem desencadear câncer de colo do útero, bem como serem transmitidas sexualmente. Esse tipo de verruga pode ser tratado com o uso de medicamentos tópicos, cauterização ou cirurgias minimamente invasivas – tudo a depender da análise médica especializada.

Muito comum entre os adultos de mais idade, as verrugas filiformes são as mais simples de serem tratadas. Em alguns casos, as verrugas desaparecem por conta própria. A grande dica é consultar um dermatologista que analise a necessidade real do tratamento estético. Caso sejam necessários, tratamentos à base de peeling químico com ácido salicílico, tretinoína e o ácido glicólico são os mais indicados.

Você sabia que a Golden Clinic traz um novo conceito em estética, laser e longevidade, oferecendo os melhores tratamentos e procedimentos para vários quadros, incluindo verrugas? São mais de 15 tecnologias distintas e aparelhos com altíssima qualidade, aliados a profissionais capacitados. Para conhecer um pouco mais sobre a clínica, visite-nos no Facebook e no Instagram!

Esperamos que tenha curtido nosso conteúdo e tirado todas as suas dúvidas sobre o assunto. Nos vemos na próxima!

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

agende sua consulta

Inscreva-se para reservar um horário

Golden Clinic

SOBRE A GOLDEN CLINIC

Somos uma clínica especializada em dermatologia, laser, longevidade, nutrologia e medicina esportiva. Unimos tecnologia, bom atendimento e qualidade técnica.

ENTRE EM CONTATO

(61) 3242-0122 (61) 3522-9919

SEPS 709/909 Bloco B Sala T10 - Centro

Médico Júlio Adnet - Asa Sul - Brasília, DF

Golden Clinic -- 2017 © Copyright | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por BSB Connect

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?